segunda-feira, 18 de abril de 2011

O Pecado é Doce



Não adianta negar que o pecado é doce. Bom e agradável como uma sobremesa deliciosa ou o prato favorito. É envolvente, encantador, atraente como uma linda mulher de corpo escultural, cabelos soltos ao vento, sorriso meigo, caminhando com passos majestosos, assim como que acompanhada de um suave fundo musical. Belo quadro, que mexe com os sentimentos: vaidade, inveja, desejo. Cega o entendimento, enfraquece o temor ao Senhor e o crente lentamente se vê envolvido pelos laços da morte, sem saber que ela se chama pecado e atrapalha sua amizade com o Criador, fazendo-lhe se esconder de sua voz, trazendo perdas e angústias. O pecado faz o homem rodear por caminhos longos, distanciando-se da Canaã que o espera depois do deserto. Traz laços que se enroscam no crente como a grande serpente, num abraço que não é de amigo, não é de irmão. Do alto um olho gigante, contempla cada movimento, esperando que aqueles que são realmente seus, fujam do perigo, resistam firme na fé. Imagino que nesse momento, um exército se forma para socorrer aquele que, frágil como um cordeirinho, já não sabe o que fazer para escapar da tentação. Acuado, o bichinho não tem mais como voltar atrás... Mas Jesus, que tudo sabe e tudo vê, tem sempre um escape, sabe exatamente o que fazer em qualquer situação. Do impossível, cria uma saída, resgatando do inferno qualquer vida, não importa o tamanho do pecado que cometeu. Tão somente espera ouvir uma sincera oração vinda de um contrito coração, simplesmente porque “O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia.” 
.  



Fonte 
Margarete Solange, 
O crente não escolhe, 
é um escolhido.
Editora Queima Bucha, 
2011


7 comentários:

  1. Linda crônica,essa escritora é bárbara,poderia ser a STORMIE OMARTIAN brasileira,nunca tinha visto o pecado dessa forma.Ainda bem que temos Jesus para nos livrar desse doce,prefiro anorexia(no sentido de ficar gorda com esse tipo de doce) mas ñ quero esse tipo de doce.Xero pra todos.Quando sai um livro só de crônicas?

    ResponderExcluir
  2. É realmente assim, mas que bom sabermos que o nosso Deus é misericordioso em perdoar, eis ai a grandeza Dele. Se o pecado fosse amargo, ninguém pecaria.

    ResponderExcluir
  3. Pessoal, pensem comigo... A autora comparou o pecado com uma mulher escultural, mas ... o pecado tbm pode ser comparado com um homem charmoso, forte, alto, inteligente, gentil, romântico... Opa! vou parar por aqui... hehe

    ResponderExcluir
  4. Gente, essa foto que ilustra a crônica "O pecado é doce" está tentadora. Pois é, o pecado é assim mesmo, somos tentados com algo que se mostra irresistível, tem que ter força de vondade para resistir. Quem faz dieta que o diga!

    ResponderExcluir
  5. É o pecado realmente é doce e é bonito por isso muita gente peca. Mas ainda bem que aquele que reconhece que pecou, confessa e alcança miséricordia. Se o pecado fosse ruim, ninguém queria, se peca é porque o pecado é bonito, doce e atraente.

    ResponderExcluir
  6. Rafa,se eu fosse seu noivo te... opa é pecado kkkkkk

    ResponderExcluir
  7. É a mais pura verdade. Bela crônica.

    ResponderExcluir

MEDITE NISSO...

MEDITE NISSO...
A leitura diária da Bíblia sagrada é o nosso alimento espiritual. Ler as sagradas escrituras diariamente nos dará vigor e nos fará mais saudável e FELIZ